Decoração Dicas

Como economizar na decoração para casamentos

A realização de uma festa de casamento exige uma boa preparação financeira dos noivos. Afinal, são tantos detalhes e gastos com a cerimônia e a festa que é preciso uma boa organização.

Economize na decoração do casamento
Fotos: Pixabay / Pexels

Neste post trazemos algumas dicas para você economizar na decoração de casamentos. Acompanhe!

 

1. Escolha as flores da estação

As flores são uma parte importante da decoração de casamento. Para economizar, procure usar as espécies da estação, que costumam sair mais em conta e são encontradas mais facilmente.

 

Algumas flores também costumam ser mais baratas como crisântemos, gérberas e boca de leão. Flores tropicais têm o preço mais baixo do que flores nobres, além da durabilidade maior.

 

Não é necessário decorar todos os bancos com flores. Você pode pular a cada dois bancos, preenchendo o espaço com tule e laços.

 

2.  Escolha bem o tipo de decoração

Alguns itens usados em decoração de casamentos são muito caros, como lustres de cristal, por exemplo. Aposte em um estilo mais simples, mas que traga um pouco do estilo e das preferências do casal.

Economize na decoração do casamento
Foto: Unsplash / Ben Rosett

Uma boa opção é o estilo rústico, que traz objetos reutilizados como caixotes e pallets com arranjos de flores mais simples.

 

A locação de mesas também deve seguir essa orientação, com um mobiliário mais voltado para a simplicidade sem abrir mão do charme.

 

3. Aposte em doces simples e que façam parte da decoração

Você não precisa necessariamente gastar com doces super elaborados para a festa de casamento. Aposte em doces simples e tradicionais e faça com que eles ajudem a compor a decoração, organizando a mesa com esses elementos.

Economize na decoração do casamento
Foto: Pexels / Daniel Frese

Você também pode investir em forminhas que sigam o tema escolhido para a festa, para dar um toque a mais na decoração.

 

Leve em consideração a estética desses doces na hora de fechar o aluguel de mesas, fazendo com que os estilos dos móveis e da decoração se complementem.

Uma decoração bonita não precisa ser necessariamente cara. Planeje com cuidado todos os itens que vão compor a estética do seu casamento e procure fechar boas parcerias com os fornecedores de louças e de aluguel de mesas para festas. Com certeza o seu evento vai ser um sucesso!

Decoração Dicas Natal

5 Ideias para decoração de Natal

O Natal é uma das comemorações mais esperadas e marcantes do ano. É o momento de celebrar o nascimento do menino Jesus, reunindo familiares e amigos, sempre com votos de amor e paz.

E para que a comemoração fique perfeita, um dos pontos principais é a decoração de Natal, com cores vermelho e verde, lindas toalhas, taças, velas e um estiloso Jogo de Jantar 30 Peças para comportar a todos os convidados.

Ideias para decoração de natal
Foto: Pexels / Kaboompics

Como o final do ano já se aproxima, neste artigo você confere 5 ideias para decoração de Natal. 

 

1 – Capriche na escolha da toalha

Ideias para decoração de natal
Foto: Pexels / Pixabay

Um dos pontos mais marcantes na decoração de Natal é a composição da mesa. Nela, um dos itens que se destaca é a toalha, que deve ter as cores características da festa, como verde e vermelho, além de elementos natalinos.

 

2 – Aparelho de Jantar

Logo em seguida, você deve se atentar ao aparelho de jantar, pois é ele que garante aquele requinte todo especial à mesa. Se a sua família for grande, opte por um jogo de jantar 30 peças que possa servir a todos.

 

3 – Use garrafas de vidro como porta-velas

As velas também não podem faltar na decoração de Natal, e para dar aquele um charme ao ambiente, uma dica é usar garrafas de vidro como porta-velas. Aproveite para enfeitar a garrafa com raminhos de planta que ficará um luxo só!

 

4 – Árvore de Natal

Ideias para decoração de natal
Foto: Pexels / Element5 Digital

Mesmo se você tiver uma árvore de Natal grande na sala, a dica é usar uma pequena para decorar a mesa. Sem árvore a decoração não fica tão característica, perdendo assim um pouco daquele clima gostoso.

 

5 – Balões, luminárias e enfeites

E para finalizar a sua decoração de natal, que tal colocar alguns balões de gás brancos e vermelhos, luminárias nos cantos do ambiente e enfeites característicos da época?

Esses elementos vão deixar a sua decoração mais refinada, não se atentando apenas à mesa, mas também a todo o ambiente!

Culinária Dicas

Como fazer hamburguer artesanal

Um bom hambúrguer artesanal pode ser a melhor pedida para o fim de semana, seja para apreciar sozinho assistindo sua série favorita ou para receber os amigos.

Para isso, você não precisa de muita coisa: apenas um modelador de hamburguer e os ingredientes já são o suficiente.

Como fazer hamburguer artesanal
Foto: Unsplash / Tom Sodoge

Saiba como fazer um hambúrguer artesanal delicioso com este post.

Como escolher a carne

O segredo de um bom hambúrguer está no equilíbrio entre carne magra e com gordura, para que o bife não fique muito seco. Compre carne de qualidade, de preferência em açougues da sua confiança. Fazer um blend de carnes é a melhor pedida, para criar um sabor único.

A regra aqui é pedir para o açougueiro separar a gordura e trabalhar com a proporção de 15 a 20%. Lembre-se que esse item é o responsável pelo ponto ideal do hambúrguer — úmido e macio — ajudando na hora de fritar e deixando a carne suculenta e saborosa.

Moldando o hambúrguer

Em casa, com a carne moída, é hora de moldar o hambúrguer. Faça bolinhas com a carne e jogue-as de uma mão para outra. Esse movimento vai impedir que ela se solte na hora de fritar.

Agora é a hora de dar forma. Use o modelador de hamburguer para deixar todos com o mesmo formato e tamanho. A altura vai depender da sua preferência: algumas pessoas gostam de hambúrgueres mais altos, que ficam mal passados por dentro, outras preferem os mais finos e bem fritos.

Finalizando o lanche

Pronto! Basta temperar a carne com sal, pimenta ou outro condimento de sua preferência e levar para a frigideira ou para a grelha do churrasco. Quando um dos lados estiver completamente selado, coloque o queijo por cima para derreter.

Depois que a carne alcançou o ponto ideal de fritura, basta colocar no pão com os complementos que você preferir: maionese, salada, bacon, cebolas e o que mais você desejar.

Como fazer hamburguer artesanal
Foto: Pexels / Mali Maeder

Fazer um bom hambúrguer artesanal é uma ótima pedida para variar o cardápio e montar uma refeição do jeito que você sempre quis!

Dicas Pets

Os alimentos proibidos para gatos

Mesmo que silenciosos, os gatos hora ou outra acabam pedindo comida para seus donos. É difícil resistir aos bichinhos, mas é importante não desequilibrar a alimentação dele, já que um simples alimento para os humanos pode representar um risco para o pet.

Alimentos proibidos para gatos
Foto: Unsplash / Freestocks

Se seu gato tem o costume de sair de casa e dar uma volta na rua, você deve manter a atenção redobrada. Por mais que em casa você consiga controlar sua alimentação apenas com ração, na rua é impossível acompanhar, o que amplia as chances de uma intoxicação e até de verminoses. Por isso, procure deixar as doses de vermífugo para gatos sempre em dia, a cada 3 ou 6 meses ou conforme a orientação veterinária, e fique de olho para que ele não coma os seguintes alimentos:

 

  • Frutas cítricas;
  • Doces;
  • Passas e uvas;
  • Alho e cebola;
  • Abacate;
  • Café;
  • Leite.

 

Dessa lista o leite é, provavelmente, o que mais surpreende, já que quando filhotes os gatos gostam de bebê-lo e existe aquele estereótipo de que todo gato toma leite. Porém, o único leite recomendado é o materno e só até o período de desmame. Ao ficarem mais velhos podem desenvolver intolerância à lactose, o que acarretará em diarreia e vômito, e há riscos de cálculo renal por conta do cálcio presente nas moléculas do leite.

Alimentos proibidos para gatos
Foto: Unsplash / Oscar Chevillard

No demais, esses alimentos podem trazer riscos para os rins, acelerar os batimentos cardíacos e causar obesidade e anemia. Se perceber que o seu bichinho está passando mal, leve-o ao veterinário para que seja diagnosticado e em hipótese alguma dê remédio de verme para gatos por conta própria sem saber se este é realmente o problema.

Quando utilizar vermífugo para gatos

O vermífugo para gatos deve ser utilizado somente entre os períodos de dosagem indicados pelo veterinário ou caso seu pet seja diagnosticado com algum tipo de verminose causada por alimentos em más condições.

 

Tanto a intoxicação alimentar quanto a verminose tem como sintoma a perda de apetite e só um especialista saberá identificar a diferença. É importante reforçar também que o mau uso de remédio de verme para gatos, e qualquer outro medicamento, pode piorar o quadro da doença.

 

Quando for comprar medicamentos ou, até mesmo, vermífugo para gatos, vá a uma loja que realmente entenda das necessidades do seu pet e não se esqueça da receita.